O que é Mediunidade e o que são Médiuns

Mediunidade é a capacidade de sentir a influencia espiritual. É o termo utilizado para pessoas que de alguma forma sentem a influencia de espíritos.

De certa forma todo homem possui mediunidade.

Pois, ela é a relação com que nosso espirito se comunique com os demais. No entanto, há pessoas que possuem uma sensibilidade maior a essas influencias. Mesmo que nunca tenha estudado tal conteúdo.

Mas, isso não significa que todas as pessoas podem desenvolver o mesmo grau ou intensidade de mediunidade. E que cada mediunidade possui uma individualidade e aptidão própria

Cada individuo é portador de faculdade única. Mesmo assim há algumas categorias de mediunidade para cada tipo de manifestação, são elas: médiuns de efeitos físicos, os médiuns sensitivos, audientes, falantes, videntes, sonambulo, curadores, peneumatografos e psicógrafos.

Tipos de Mediunidade

São os que possuem mais “ força” no sentido de fenômenos materiais como, formação de ruídos, e movimentos de corpos materiais. Podendo ser facultativo ou involuntário.

O facultativo realiza movimentações de objetos por sua própria vontade de forma controlada. Já o involuntário realiza as acoes sem consciência do que esta fazendo ou muitas vezes não assimila que as açoes ao seu redor sejam ele a causa.

É uma forma natural.. No entanto este tipo de mediunidade não é muito comum de ser observada, principalmente nos dias de hoje.

Médium sensitivo

São aqueles que sentem a presença de espíritos, podendo ser por pura sensibilidade energética, arrepios ou sensações boas e ruins  ( dependendo do espirito) de alguém que se aproxima. Como um cego que sabe quando uma pessoa se aproxima…

Médiuns audientes

São os que escutam os espíritos. Sejam eles inconvenientes ou bons. Ele pode escutar de uma forma externa como nosso ouvido escuta um chamado, de uma voz projetada. Ou pode ser interna como uma voz por pensamento.

Médiuns Falantes

São os que falam, o que ocorre com o espirito seja por forma de intuição ou como mero instrumento utilizado pelo espirito para se comunicar. Ele cede a garganta e as cordas vocais ao uso do espirito para se manifestar.

Médiuns Videntes

São os médiuns dotados da chamada segunda vista. Muitos deles  veem os espíritos como quem olha uma pessoa encarnada.

E outros já enxergam em forma mais turva, em vultos e não tão nítido.  Podem ver as com olhos abertos ou fechados. Todavia é bom considerar que esta  faculdade muitas vezes pode ser  uma crise momentânea  e passageira.

Há os que veem de forma consciente acordada, e os que veem em estado sonambúlico ou prestes a entrar no estado sonambúlico.

Médiuns sonâmbulos

É o médium que se exprime por si  e não pelo um espirito terceiro. Ele possui o controle de durante o sono vivenciar a vida dos espíritos sem os limites do corpo físico.

Mesmo assim, quando estão em estado sonambúlicos podem ver outros espíritos e inclusive passar as mensagens ao qual os espíritos solicitam.

Médiuns curadores

São os médiuns portadores de domínios magnéticos elevados. Com que podem efetuar curas com toque, olhar, carinho e caridade. Eles possuem o poder de cura de doenças, traumas e auxilio tanto espiritual e físico para o encarnado.

Médiuns pneumatógrafos

São os médiuns que fazem psicografias escrevem mensagens de espíritos desencarnados. Eles podem ser mecânicos ou intuitivos. Os mecânicos se sentem puxados por um impulso de escrever e o controle de suas mãos fica no poder do espirito que se aproxima.

Já o intuitivo sua mão não é guiada, ele sente por forma de intuição por pensamento a mensagem que será passada ( normalmente o pensamento intuído é praticamente simultâneo a escrita).

Médiuns inspirados

Pode se dizer que sejam bem próximos aos médiuns intuídos. Ele recebe uma ideia intuída dos espíritos, mas de uma forma tão sutil que muitas vezes não consegue distinguir ate que ponto sofre influencia dos espíritos ou esta ideia é sua, oriunda do seu espirito.

Médiuns de pressentimento

Podem ser também uma subcategoria dos inspirados. Pois eles veem ( pode ser uma espécie de segunda vista) ou apenas de forma intuitiva, um futuro… Acontecimentos que podem vir a surgir.

Há também os médiuns especiais ao quais possuem uma grande diversidade de dons que não podem ser simplesmente tabelados.

Mas pode se separa-los em dois nichos. Médiuns de efeitos físicos: aqueles que têm poder de manifestar efeitos materiais ou manifestações ostensivas.

E aqueles médiuns com efeitos intelectuais em que são mais propensos a receber manifestações inteligentes.

Todavia, não posso deixar de esclarecer que há médiuns e comunicações que serão pertences a esses dois nichos. Serão comunicações inteligentes e com características físicas, como uma incorporação.

Contudo é bom salientar que o médium que possua uma dessas faculdades não significa que sempre terá somente esta. Pois a mediunidade assim como a pessoa esta em constante mudança e sob constante influencia.

Ou seja, um médium pode possuir uma faculdade muito bem desenvolvida e alguns traços de outras. Ou há também casos excepcionais como Chico     Xavier que era portador de uma infinidade de faculdades catalogadas.