Aura

O que é Aura na Mediunidade?

A aura é um conceito místico, definido como uma força espiritual.  Ela pode ser descrita também como uma capa envoltória que rodeia o corpo físico.

Invisível para quase todas as pessoas, no entanto, pessoas em transe mediúnico ou donos de uma mediunidade mais ostensiva podem visualiza-la. Assim, também como seres desencarnados (em alguns casos) conseguem visualiza-la também.

Aura

Características da Aura

Podendo ter as mais diversas formas e cores. Suas características físicas são determinadas pelo padrão vibracional ao qual o espirito esta inserido.

Como a aura é formada por ideias, pensamentos, sentimentos passados ou presentes ela esta em constante transformação assim, como as suas energias que a formam.

A tendência da aura é que quanto mais viva as suas cores, mais saudável ela se encontra.  Pois, ela está intimamente ligada com as energias circulantes ou estagnadas nos chakras.

Desta forma, uma aura clara hoje, poderá se tornar uma aura escura amanha e vice versa. Dependendo do estado físico, emocional, espiritual e psicológico da pessoa.

Como a aura afeta o corpo físico

O nosso corpo esta constantemente envolvido por eletricidades e energias. Logo, as energias que canalizamos e preenchemos em nossas telas mentais vão se apropriando e concretizando- se em nossos corpos.

Isso significa que nossos sentimentos quando pensados com alta ou baixa vibração são praticamente materializados em plano astral. Doenças e dores pensadas resultantes de sentimentos ruins podem vir a se transformar em doenças somatizadas.

Com o passar do tempo inclusive, elas poderão se tornar doenças crônicas. Sentimentos como, angustias medos, rancores ao se acumularem tornam-se dores em nosso corpo físico.

Isto significa que devemos dar muita atenção aos nossos pensamentos, e consequentemente aos sentimentos que os envolve. Quando ações do cotidiano vão interferindo em nossas vidas de maneira a nos causar incômodos e infelicidade a atenção referente ao que estamos canalizando tempo, e energia deve ser redobrada.

Pequenas discussões e incômodos diários, sejam no transito, no lar, ou no trabalho geram um stress e um turbilhão de sentimentos agoniantes. Essas angustiam, podem ser muitas vezes resultado de um estado inicial de adoecimento do nosso corpo físico.

Pois, os pensamentos maldosos a pessoas a nossa volta ou a nossa relação de pessimismo com o mundo, nos faz capaz de tornar o que nossa imaginação projetou em algo palpável no mundo astral.

Quantos casos de pessoas que passam por momentos ruins da sua vida não veem à tona junto a problemas de ordem de doenças físicas? Exemplos assim são constantemente visto em pessoas muito preocupadas, sensíveis ou até mesmo descrentes com desordens espirituais.

A bibliografia o segredo muito comentada há anos é um exemplo do que a nossa capacidade de acreditar transforma nossas vidas. Mas, não se trata apenas da questão de ser otimista e pessimista.

Trata-se da forma com o qual vemos o mundo e consequentemente transformamos a nossa aura em volta. Auras pesadas densas são auras que materializaram e canalizam rancor e sentimento de flagelo consigo e com o próximo.

Já, auras leves, não significam que sejam limpas de problemas ou de angustias e sentimentos ruins. Mas, sim que os objetos ruins que passaram por ela não prevaleceram aos sentimentos bons que foram projetados junto os após as ideias de conteúdo baixo energético.

Como manter o equilíbrio em nossa aura?

O equilíbrio da nossa aura pode se dar em forma de autoeducação do que podemos fazer com nosso pensamento. Estamos numa escala evolutiva em que o homem possui qualidade e defeitos morais. Logo, ele pensa no ruim, como um modo geral, e muitas vezes chega inclusive a executa- lo.

Porém, o homem de hoje também já tem uma maior consciência do que é o correto e errado. E a sua verdadeira tentativa de ao menos corrigir os seu pensamento ruins, para os bons já é o primeiro passo desse processo de autoeducação.

Essa primeira ideia de correção mental já abrirá caminho para melhores padrões vibracionais. Mesmo que seja de forma sutil. Além de claro, buscar um equilíbrio nos chakras utilizando do bom senso para os excessos praticados no cotidiano como: boa alimentação; atividades físicas regulares, controle do stress, uso frequente de bebidas alcoólicas, sexo em demasia e manutenção de sentimentos destrutivos com si ou com o próximo…

Em resumo, quando controlamos excessos físicos e psicológicos de uma forma geral, o equilíbrio da aura se torna mais fácil de ser alcançado.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.